Receba nossos posts por email

Inscrição na Newsletter A Menina do Dedo Verde

Newsletter Plugin by Bulk Email Software

Categorias

Dicas de Rega da Nô Figueiredo

10 set 2012

A água é um fator essencial à vida e ao bom desenvolvimento das plantas, junto com um bom substrato, uma boa drenagem do vaso e os macro e micro nutrientes que compõem a adubação/nutrição das plantas.

Via de regra, no verão e na primavera (ou tempo quente), regamos 3x por semana e no inverno e outono (tempo seco) regamos 2x por semana, pois nessa época as plantas entram em repouso vegetativo, uma fase de dormência em que não precisam de muita água. Algumas plantas podem ser regadas 1x por semana, é o caso das suculentas. Outras podem ser regadas a cada 10 ou 15 dias: os cactos.

Tente estabelecer uma rotina para não esquecer de regar as suas plantas. Por exemplo, no verão regue às 2af, 4à e 6afs. Ou então regue, 3af, 5af e sábados ou domingos. E no inverno regue 3af ou 4af e 1 dia no final de semana. Aproveite para observar bem a sua planta, conversar com ela, elogiar, dar “bronca”e pedir para ela florir logo… E também verificar se ela não está com nenhum bichinho ou doença.

Os melhores horários para regar são pela manhã bem cedo até no máximo às 10h ou então no final do dia, depois das 16h. Se você regar no meio do dia poderá queimar as folhas da planta.

Como saber a quantidade certa de água que a sua planta precisa? Vá regando e quando começar a sair água pelo fundo do vaso, pare. A planta já recebeu a quantidade suficiente de água.

Uma outra maneira de saber se a sua planta precisa de água é sentir a terra. Não tenha medo. Enfie o dedo na terra e sinta a terra. Se estiver seca, molhe a planta. Se estiver molhada, espere até o dia seguinte para então fazer novamente o “teste do dedo” e se for o caso, molhar a planta. Muitas vezes sobre a terra colocamos pedriscos, seixos, casca de pinus para dar um acabamento mais bonito ao vaso e esconder a terra. Nesses casos, afaste o que estiver cobrindo a terra e enfie o dedo dentro na terra para sentir se ela está úmida ou seca e proceda como descrito acima.

Atenção: se você regar demais a sua planta, poderá apodrecer as raízes. Se regar de menos, as folhas poderão ficar murchas e manchadas.

Para quem mora em regiões frias, utilize água morna para regar suas plantas.

Para regar as plantas em vasos, é melhor é usar um regador, se preferência um de bico longo, pois com ele você conseguirá regar sem fazer uma grande “molhaceira” na sua casa. Afaste as folhas gentilmente para o lado e regue a terra, ao redor do pé da planta. Não regue só num ponto. Toda a terra do vaso deverá ficar úmida.

Já as plantas de folhas aveludadas como as violetas, que não gostam de água em suas folhas, coloque a água diretamente no prato, aguarde uns 15 minutos para que a planta absorva a água necessária e depois descarte o que sobrou no prato para não criar condições ao aparecimento do mosquito da dengue. Lembre-se de colocar areia no prato do vaso, eliminando de vez a possibilidade do mosquito da dengue colocar seus ovos ali.

Quando o tempo está seco e com a umidade relativa do ar baixa como os dias que estamos vivendo agora, é importante melhorar as condições de umidade do ar para que a sua planta fique bem e saudável. Para isso, utilize um borrifador com água e borrife a uma distância de meio metro das folhas, formando uma névoa fina que criará uma área de maior umidade. As samambaias e os antúrios devem ser borrifados diariamente nos dias quentes e secos. Experimente e verá como suas plantas ficarão mais bonitas!

A melhor forma de regar as plantas do jardim é com uma mangueira. Se não tiver um regulador de fluxo de água, coloque o dedo na frente da saída da água para que a água saia em forma de chuveirinho. Aqui valem as mesmas dicas: regue toda a volta do pé da planta, regue de manhã cedo ou no final da tarde ou à noite.

Lembre-se de que toda planta adora: AAC = atenção + amor + carinho! Acho que não é só elas que gostam dessas coisas…

Eu costumo regar minhas plantas à noite e espairecer minha cabeça dos problemas do dia a dia. Acho uma santa terapia!

 

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo da Menina do Dedo Verde! Inscreva-se no blog:

Visite e inscreva-se no canal da Menina do youtube: http://bit.ly/13M8FWO

curta a página da Menina no facebook: http://on.fb.me/14snM9l

Gostou do post? Do blog? Curta e compartilhe nas redes sociais! Se for copiar, lembre-se de colocar um link para o meu blog. Citar é fonte é fundamental!

Beijos floridos e perfumados de agradecimento,

Nô Figueiredo – A Menina do Dedo Verde

paisagista, florista, artista, blogueira e especialista em desenho ambiental

 

 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 Comentários + Adicionar Comentário

  • Nô eu amo o seu site, gosto muito de você, amo seu trabalho ele é maravilhoso, e acho muito legal os seus videos, mas eu queria saber se você gosta de plantas carnívoras? e se poderia me dar umas dicas sobre elas, pois, eu amo elas e recentemente eu comprei 12 mudinhas, porém, não sei muito bem os cuidados que se deve tomar com elas. Um milhão de beijos pra você, e Parabéns pelo seu trabalho e pelo site também.

    • Oi Isabella, gosto de plantas carnívoras sim. Gosto de todas as plantas! Vou fazer um post bem bacana sobre as carnívoras e te aviso, ok? Fico feliz em saber que você gosta do meu trabalho!
      Beijos floridos,

      • muitíssima obrigada :D

  • Tenho dificuldades com rega.
    Agora no outono/inverno tudo bem: rego 2x/semana e as plantinhas gostam.
    Mas no verão rego dia sim dia não e mesmo assim não dá certo. O sol bate tão forte q em alguns vasos como das ixoras ficam com a superfície da terra dura, seca, queimada! Se rego +, encharco e a planta adoece. Como fazer no verão?
    Moro em apartamento de frente pro mar na Baixada Santista, ventos fortes algumas vezes no ano, plantas no terraço: ixoras (estou desistindo delas pq florescem pouco na minha mão), mini-rosas, árvore da felicidade.
    As demais não tem problema com rega: azaléia, bromélias, pé de laranja.

    • Oi Cristina,
      E se você mudar o substrato da planta e colocar um que deixe a terra menos compactada? Essa receita de substrato básica é bem legal: http://www.ameninadodedoverde.com.br/site/?p=235
      O que você também pode fazer é no dia em que não regar no verão, você pode borrifar as folhas com água ao cair da tarde. Aliás, lembre-se de regar pela manhã cedo ou só depois das 16h.
      A árvore da felicidade não gosta de sol direto nela. É uma planta que se adapta bem em interiores.
      Beijos floridos,

  • Tenho dificuldades com rega.
    Agora no outono ver/inverno td bem rego 2x/semana e as plantinhas gostam.
    Mas no verão rego dia sim dia não e mesmo assim não dá certo. O sol bate tão forte q em alguns vasos como das ixoras ficam com a superfície da terra dura, seca, queimada! Se rego +, encharco e a planta adoece. Como fazer no verão?
    Moro em apartamento de frente pro mar na Baixada Santista, ventos fortes algumas vezes no ano, plantas no terraço: ixoras (estou desistindo delas pq florescem pouco na minha mão), mini-rosa, árvore da felicidade.
    As demais não tem problema com rega: azaléia, bromélias, pé de laranja.

    • Oi Cristina,
      Algumas plantas não gostam de ventos fortes. Talvez seja melhor procurar plantas mais resistentes para esses ventos como a clúsia, por exemplo.
      A árvore da felicidade vai bem dentro de casa, próxima a uma janela. Ela não gosta de sol direto nela. Ixora e mini-rosa gostam de sol direto o dia todo. talvez elas não floresçam por que não recebam a quantidade ideal de sol.
      Aproveito para te convidar a se inscrever no blog da menina http://goo.gl/ysgp6z , na página da Menina no facebook: http://goo.gl/TyVr5u e a curtir o canal no youtube: http://goo.gl/lhuyB4
      Beijos floridos de agradecimento, Nô

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Copyright ameninadodedoverde.com.br. Todo o material neste site/blog é de propriedade de Nô Figueiredo - A Menina do Dedo Verde e de seus fornecedores. É proibida a reprodução das imagens e textos em qualquer meio de comunicação sem citar o site/blog A Menina do Dedo Verde e o colaborador responsável.
Favor entrar em contato por e-mail: nofigueiredo@ameninadodedoverde.com.br